25 de janeiro de 2012

Linas-Montlhéry

Começando o dia com historinha.

Em meados de 1924 era inaugurado um circuito oval na pequena cidade francesa de Linas. Até aí nada demais, certo?! Só que esse circuito carrega uma história bastante interessante, e que até então era desconhecida por mim e por um monte de gente.

Logo depois de inaugurado, o circuito de Linas-Montlhéry fez muito sucesso, despertando o interesse dos organizadores do Grande Prêmio da França em trazer a competição para a nova pista. Mas para isso, era necessária a construção de um circuito misto. De estrada, mesmo.

Os organizadores trataram de tomar por base as estradas existentes na vizinhança, e acabaram fazendo o maior circuito misto da época. E, de tão desafiador, era uma espécie de Nordschleife francês, em comparação com o mítico traçado de Nürburgring.



Durante a Segunda Guerra Mundial o local serviu como treinamento de diversos regimentos aliados e, quando da ocupação alemã (entre 1940 e 1944), chegou até mesmo a receber um campo de prisioneiros de guerra.

Com isso, grande parte da pista (inclusive os famosos "bankings") sofreu danos que só foram reparados quando da sua reinauguração, em 1946. Quatro anos antes do surgimento da Fórmula 1 como conhecemos hoje, que optou por correr nos circuitos franceses de Rouen e Clemond-Ferrand, restando à Linas-Montlhéry sediar os 1000 Km de Paris (prova de longa duração disputada pela primeira vez em 1956, e extinta no final de 1973).

Apesar de só ser utilizado pela associação que o conserva e mantém viva a sua história, o circuito permanece lá, pronto para ser utilizado.

Até a montadora Renault oferece cursos em seu traçado!

Que Montlhéry não siga o exemplo de outros circuitos destruídos pela falta de memória do esporte a motor, e permaneça por muito tempo ainda como um patrimônio preservado e sustentável.


Um comentário:

  1. Tudo bem que é um vídeo de 3 anos quase... mas ao que parece ainda usam pra track days

    https://www.youtube.com/watch?v=DmzckN9K3L8

    ResponderExcluir